happines is found inside your heart.

terça-feira, 29 de maio de 2018

O salão e o violão

Eu moro num bairro onde não falo muito com as pessoas, na verdade, eu moro neste bairro há quatro anos e falo com um vizinho, o da casa da frente, apenas!
O vizinho da casa do lado, nunca trocamos um "bom dia" que seja, o por que disso, eu não sei, mas sempre foi assim. Ele tem um salão de cabeleireiro e, sempre que estou em casa pela manhã, isso inclui finais de semana e feriados, o meu vizinho M. quando não tem clientes, ele pega o violão, vai para a frente do salão e começa a tocar e cantar alguma música de Alceu Valença, Zé Ramalho ou Raul Seixas, nunca ouvi cantar ou tocar outra coisa, quando algum cliente chega, ele para, guarda o violão e o atende, quando o cliente vai embora, ele varre o salão e volta para o violão.
As vezes eu fico da minha laje, fumando um cigarro e fingindo que não to vendo, mas na verdade, estou ali para vê-lo mesmo, eu acho gostoso vê-lo ele tocar como se nada mais tivesse acontecendo, parece que para mim, também mais nada está acontecendo.

segunda-feira, 14 de maio de 2018

talvez eu volte!
eu sinto falta disso aqui.