happines is found inside your heart.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

9

Hoje eu assisti Comer Rezar Amar.
Eu já havia lido o livro e nunca me interessei pelo filme, o livro me fez pensar em tantas coisas na época, que eu fiquei meio perturbada. Domingo, acordei e assisti o filme pela manhã. Depois que assisti e depois de ter chorado com várias coisas e ter lembrado de muita coisa, comecei a refletir com algumas frases faladas. Resumindo muito o filme, ela viaja para tentar se encontrar com ela mesma, no interior e entender o que acontece na vida dela, sobre se perdoar por não amar mais o marido e nem o ex-namorado, por achar que fez mal para algumas pessoas. Estou na mesma situação de tentar entender muitas relações internas comigo mesma. Estou tentando me perdoar por amar demais; esquecer o que foi bom e o que foi ruim; parar de sofrer; 
Ontem discutimos por coisas completamente idiotas e que eu causei, porque a culpa é minha e sempre foi, sempre que acontece algo de errado, a culpa é minha. A culpa é minha por não ter equilíbrio e controle por algo que eu gostaria de ter e não tenho. Chorei pra caralho, tenho chorado demais por ter conseguido desperdiçar qualquer chance que eu achei que pudesse ter para te (re)conquistar de alguma forma. E a vontade de falar com você aumenta todos os dias, mas eu sinto um pouco de vergonha pelas coisas que eu faço, quem sabe um dia eu consiga falar com você de novo?!
Eu sei, e espero, que uma hora toda essa dor passe, não peço para que eu te odeie e muito menos te desejo mal. Uma frase que marcou muito no filme foi: Toda vez que você pensar em alguém que não pode ter, deseje amor e luz e depois esqueça. 
Tenho tentado fazer isso com você, tenho te desejado amor e luz diariamente porque não paro de pensar em você. Estou tentando ocupar a minha mente com outras coisas, mas, isso até se parece com a música da Vanessa da Mata, quanto mais eu tento te esquecer, mais eu lembro.
Eu sinto amor demais, mas eu realmente não consigo mais lidar com tudo isso, com todo esse amor que eu tenho no peito, eu não tenho equilíbrio, preciso buscar o meu equilíbrio, preciso ser feliz comigo mesma antes de qualquer coisa. Amo você, e vou partir. Te desejo amor e luz!

13/12/2015

Nenhum comentário: