happines is found inside your heart.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Amor genuíno. Amor romântico.



Depois de ver esse vídeo, percebi que eu não vivi um amor genuíno, nunca vivi um amor genuíno, por mais que eu dissesse que eu não vejo o amor como uma troca, e realmente nunca quis ver dessa forma, não acho que amor seja uma troca, não pode ser, pelo menos pra mim. Mas depois desse vídeo eu só constatei que por mais que eu visse as coisas de uma forma diferente, eu não vivia nada do que eu queria ou do que eu achava que era "certo", era como se eu vivesse essa troca. Não tenho sentimento de posse, nunca quis isso com ninguém porque não queria que tivessem comigo. Nunca quis ser dona de ninguém, mas queria ter alguém comigo, como companheirx, como parceirx, alguém que estivesse do meu lado, acredito que todos queiram alguém com quem possa caminhar ao lado, na mesma velocidade, da mesma form, acredito que isso seja algo que muitas pessoas esperam. Mas posse de alguém, não, nunca. Depois de algumas decepções e a última decepção, é como se eu tivesse me trancado para qualquer tipo de amor. Eu sou uma pessoa difícil de gostar de alguém. Depois desse vídeo parece que eu nunca soube lidar com isso, passou um filme na minha cabeça com todas as coisas que já fiz, já falei, já pensei em fazer, tudo isso faz parte desse amor romântico. Não estou me sentindo mal, não que eu esteja bem, porem, essas palavras mudaram algumas coisas na minha cabeça, algumas coisas na forma de pensar. Sempre queremos ser feliz e se esse alguém com quem estamos não me deixa fazer parte da felicidade delx é como se me expulsasse da vida, mas não era isso que eu queria. Fiz coisas erradas e falei coisas que eu não precisava ter falado, exatamente por ter sido egoísta e medrosa, de alguma forma e da pior forma que eu poderia ter sido. Não vou conseguir explicar ou mostrar o que eu queria, mas talvez agora as coisas possam mudar, talvez eu aprenda um novo jeito de amar, se eu conseguir isso mais uma vez.

"Porque quanto mais nos agarramos, mais temos medo de perder."

Nenhum comentário: