happines is found inside your heart.

domingo, 21 de agosto de 2011

O meu desconhecido Rio

Talvez nem eu mesma entenda porque a minha vontade absurda de ir embora. E ainda mais, a minha vontade absurda de ir embora para o Rio (de Janeiro). Eu não conheço o Rio, não tenho ideia de como é o Rio, não sei se me acostumo com o lugar, com as pessoas, com a vida nova (claro que me acostumo, eu me acostumo com coisas mais difíceis).
Eu não entendo, mas o que eu sei é que sou fascinada pelo desconhecido, eu gosto mais do que não conheço do que aquilo que eu vejo sempre, aquilo que já sei como é. Sei que pode haver muitas pessoas que pensam como eu (ou que queiram pensar e agir como eu), mas tem pessoas que não sabem o que eu quero dizer, ou fazer. Não me importa.
Se eu tenho medo?
Tenho sim. Mas não penso nisso.

4 comentários:

aline disse...

eu penso igual, florzinha.
adoro o desconhecido. o que eu não sei como será.
e no final, eu aprendi que nós fazemos o lugar. você verá, seja no rio, no mato grosso ou em são paulo.
mudar é sempre bom.

Escaminha disse...

O Rio é tudo de bom...eu moraria fácil lá!

Leila Ghiorzi disse...

Post perfeito, até na cidade. Tô planejando me mudar pro Rio daqui um ano. Como sou muito inconstante, pode ser que as coisas mudem, pode ser que não. Se eu for mesmo, vai ser bom saber que não sou a única "forasteira".

Larissa Bello disse...

Eu fiz isso. Saí de onde morava e fui tentar a vida (como dizem) no Rio. Estou há 4 anos e pouco aqui. Depois de muito perrengue, moro em um lugar bacana e só meu. Mas, tenho uma coceira interna também de nunca me acomodar e já começo a pensar em ir para outro lugar, que ainda não sei. Por que somos assim?