happines is found inside your heart.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Flor e a nostalgia das últimas semanas

Eu não ia falar sobre isso, mas eu adoro ser nostálgica, chega a ser mais forte que eu (rs).
Semana passada, a caminho do meu trabalho, fiquei zapeando pelas rádios em busca de músicas boas para ouvir, como sempre, ou melhor, como na maioria das vezes, parei na Nova Brasil FM, por volta de sete horas da manhã, eu sentada no ônibus e a rádio no intervalo comercial. Eu viajava e não sabia no que, tanto é que voltou a programação e eu não prestei a atenção, só percebo porque começa a tocar "Asas" (Maskavo). Lembrei da época em que eu estudava e tinha uns treze/quatorze anos, essa música (a banda, na verdade), me lembrava o programa da MTV Fica Comigo (com a Fernanda Lima), era incrível, a maioria das pessoas (principalmente as meninas), pediam Maskavo na hora do beijo, ou "Asas" ou "Um anjo do céu", para mim, as músicas que fizeram sucesso. Enfim... o que quero dizer é: vi meus treze anos em três minutos.
Assim que cheguei na empresa liguei o meu PC e lá fui atras de Maskavo para ouvir e vi que eu conhecia outras músicas muito boas. Foi minha trilha sonora da semana. Lá vai uma música linda!



Hoje, já cansada de ouvir as mesmas coisas, voltei aos meus treze/quatorze anos e me lembrei de Dibob. E... caralho!!! Foi uma sensação maravilhosa lembrar das minhas tardes depois da escola ouvindo rock. Fiquei o resto da tarde ouvindo a banda e fui atrás de me aprofundar, procurar, ouvir mais porque eu tenho o cabelo curto e eu sou louca (rs). Dibob acabou mas ficaram-se os vídeos, músicas tudo de bom e o bonitinho do Gesta (hahahaha perder a piada? Jamaaaais). E o vídeo de uma das músicas que eu ouvia como uma louca, umas cinquenta vezes seguidas (isso meu não mudou rs).


segunda-feira, 25 de julho de 2011

Eu me perdi, me perdi dentro de mim. Preciso de uma limpeza, uma limpeza que tire tudo aquilo que é mau, que machuca, que dói. Cansei do normal, do meu normal. Sinto sede do diferente, do que realmente é meu. Sinto falta de muita coisa que eu tinha, mas não quero falar de passado. Preciso limpar, preciso ser nova.

domingo, 24 de julho de 2011

Monobloco


Eu estarei lá!
Lindamente :D
E já estou ansiosa por isso, na verdade, estou ansiosa desde quando vi que eles viriam tocar em São Paulo, então...

sábado, 23 de julho de 2011

50 anos de lobo

E eu que pensava que conhecia Lobão...
...estava totalmente enganada.
Esse livro me trouxe várias sensações e, como a maioria dos livros que eu leio, me ensinou algumas outras coisas.

Eu adoro o Acústico e adoro Corações Psicodélicos ^^

terça-feira, 19 de julho de 2011

Ele, mais uma vez falando por mim


"Não aquele que me complete, mas aquele que me some, que me acrescente."

Caio F.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Então... que seja.


Que seja doce as minhas manhãs de sol, as minha manhãs de chuva, minhas manhãs de verão, as manhãs de inverno, outono, primavera.
Que seja doce as minhas amizades, os meus amores, os meus prazeres, as minha paixões, os meus pudores, os meus pesares.
Que seja doce os meus medos, os meus pesadelos, os meus sonhos, os meus desejos.
Que seja doce a minha vida, o meu presente, o meu futuro.
Que seja doce as minhas dores, os meus desamores, os meus medos.
Que nós sejamos doces!
Que seja doce!
Que seja doce!
Que seja doce!
Que seja doce!
Que seja doce!
Que seja doce!
Que seja doce!
Sete vezes para dar sorte ;]

Obrigada, Caio F. Abreu, obrigada por me mostrar diversas formas de ser doce.

tempo.

Eu achei que isso não iria acontecer comigo, que NUNCA fosse acontecer com a minha pessoa, achei que eu nunca fosse ter esse medo, mas acontece sim, está acontecendo agora e eu to aqui sem saber o que fazer, saber como eu devo agir, mas, ao mesmo tempo, to confiando no tempo, pela primeira vez, to confiando no tempo e esperando que ele resolva.