happines is found inside your heart.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

e posso?

eu quero sentir o seu cheiro e passar as mãos nos seus cabelos, quem sabe, sentir o gosto do beijo.

domingo, 26 de junho de 2011

E quanto mais eu conheço...

... mais eu odeio fãs de Raul e o próprio Raul.

Só que acho digno e necessário as pessoas respeitarem quem não gosta.
Tomem no meio do cu.

Pessoas lindas, perdoe-me pelas palavras, momento eufórico.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

histórias de amor e bicicleta

"Histórias de amor duram apenas 90 minutos, a vida possui histórias mais longas e muito mais interessantes."

Já dizia Zeca - protagonista do filme Histórias de amor duram apenas 90 minutos.
Achei que esse filme fosse maravilhoso, mas ele só é bom. Simples assim.
Minha sinópse se resume em: Zeca é um otário que acha que pode enganar duas mulheres.
Finalmente, assisti Malu de Bicicleta. Confesso que, deixou a desejar, talvez porque eu já tinha lido o livro algumas vezes e acho que foi o melhor escrito pelo maravilhoso Marcelo Rubens Paiva. Não digo que o filme é ruim, mas digo que eu tinha ideias diferentes sobre o filme.

sábado, 11 de junho de 2011

I love me

Eu não vou e não quero me permitir a isso. Eu sei o quanto eu valho. Eu sei da minha índole e, agora, meu bem, só quem perde é você.

Sim, eu não quero mais tentar - se é que o que eu estava fazendo era tentando alguma coisa. Mas não importa, isso não me importa mais. Eu não te quero porque você não me merece.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

porque sim.

Sabe, ainda dói e sinto que vai doer por um tempo, lembrar de você me dói e essa saudade incontrolável é de matar. Vou levar a minha vida e tirar você de mim. Como eu vou fazer isso eu não sei, mas uma hora isso acaba, ou fortalece.
Como é essa dor? Parece que um pedaço de mim foi embora junto com você. Mas nunca perdi nada físico pra comparar com isso...
Eu quero muito um abraço agora. Só.

domingo, 5 de junho de 2011

é o que tenho pra hoje

Quero tirar isso de mim, mas tá difícil.


Como diz o Caio: e me dá uma saudade irracional de você. uma vontade de chegar perto, de só chegar perto, te olhar sem dizer nada, talvez recitar livros, quem sabe só olhar estrelas…


Aaaaaah, como eu queria voltar no tempo.
fim.