happines is found inside your heart.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Mais um se foi...


Pois é, pois é, mais um aninho se passou. Passou rápido demais, parece que cada ano é mais rápido e assim vai. Isso me assusta (mesmo). Maaaas, como eu não posso controlar o tempo (infelizmente) ele vai passando e passando e a gente nem vê.

Esse ano não vou fazer essas promessas. Aquelas que eu faço sempre e não cumpro rs.

A única coisa que posso dizer, é que acredito que vai ser um ano bom, vou passar ao lado do meu amor. Isso já me deixa feliz. Quero poder olhar para o céu na hora dos fogos da meia-noite ao lado dela e dizer que o nosso ano será maravilhoso.

Desejo a vocês, blogueiras (algumas até viraram amigas) que o próximo ano seja perfeito, muitas realizações, muito amor, muita paz, sexo, cerveja, música boooaaaa e muito tudo o que for bom.

Grande beijo a todas vocês que me acompanharam esse ano e até o ano que vem.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

O natal pra mim é um feriado comum, nada de mais.

Eu queria entender o que acontece aqui. Aí. Ainda mais aqui dentro de mim. Não é angústia, não é insatisfacão, só sei do amor, esse eu sei que está aqui e o que acontece dentro de mim, mas de resto não sei o que é, sinceramente. Como eu nunca sei, assim, como você fala que eu nunca sei, pois é, eu não sei.

Nada bem por te fazer chorar, nada bem por estragar o seu dia, nada bem por ter te chateado, nada bem por saber que eu fui a pessoa mais idiota desse mundo, nada bem por ser "sem noção", nada bem por você não querer me ouvir, nada bem por isso tudo que acontece. Como sempre, quero tentar mudar as coisas sozinha, eu sei... não dá assim.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

O tal do natal

O que eu penso sobre essa data?

Um grande comércio cheio de falsidade =)

Trânsito (tudo bem que São Paulo não precisa ser época nenhuma para ter trânsito, mas nessa época consegue ser pior, nem comento), multidão, todo mundo se endividando, eu sempre falo "quando me mandam para o inferno eu já imagino que deve ser como a 25 de Março num dia de muito sol em época de natal".

Quer coisa pior?

O pior é o tal do velho Noel, aquele pedófilo. Ainda bem que a minha mãe nunca me obrigou a tirar fotos com ele nos shop's rs (já o meu amor, ohh pecadinhooo rs).

Chega a hora da ceia (mara ¬¬³) a família come até não aguentar mais, fazem o tal do amigo secreto e você nunca ganha o que você quer ganhar, o povo fica bêbado e vem dizer que te ama e que deseja um feliz Natal (?) rsrs.

Ai que vida é essa???

Ainda não me acostumei com tudo isso...

Beijoos

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Lá vem... lá... daqui a cem anos

Eu vim plantar meu castelo
Naquela serra de lá,
Onde daqui a cem anos
Vai ser uma beira-mar...

Vi a cidade passando,
Rugindo, através de mim...
Cada vida
Era uma batida
Dum imenso tamborim.
Eu era o lugar, ela era a viagem
Cada um era real, cada outro era miragem.

Eu era transparente, era gigante
Eu era a cruza entre o sempre e o instante.
Letras misturadas com metal
E a cidade crescia como um animal,
Em estruturas postiças,
Sobre areias movediças,
Sobre ossadas e carniças,
Sobre o pântano que cobre o sambaqui...
Sobre o país ancestral
Sobre a folha do jornal
Sobre a cama de casal onde eu venci.

Eu vim plantar meu castelo
Naquela serra de lá,
Onde daqui a cem anos
Vai ser uma beira-mar...

A cidade
Passou me lavrando todo...
A cidade
Chegou me passou no rodo...
Passou como um caminhão
Passa através de um segundo
Quando desce a ladeira na banguela...
Veio com luzes e sons.
Com sonhos maus, sonhos bons.
Falava como um camões,
Gemia feito pantera.
Ela era...
Bela... fera.

Desta cidade um dia só restará
O vento que levou meu verso embora...
Mas onde ele estiver, ela estará:
Um será o mundo de dentro,
Será o outro o mundo de fora.

Vi a cidade fervendo
Na emulsão da retina.
Crepitar de vida ardendo,
Mariposa e lamparina.
A cidade ensurdecia,
Rugia como um incêndio,
Era veneno e vacina...

Eu vim plantar meu castelo
Naquela serra de lá,
Onde daqui a cem anos
Vai ser uma beira-mar...

Eu pairava no ar, e olhava a cidade
Passando veloz lá embaixo de mim.
Eram dez milhões de mentes,
Dez milhões de inconscientes,
Se misturam... viram entes...
Os quais conduzem as gentes
Como se fossem correntes
Dum rio que não tem fim.

Esse ruído
São os séculos pingando...
E as cidades crescendo e se cruzando
Como círculos na água da lagoa.
E eu vi nuvens de poeira
E vi uma tribo inteira
Fugindo em toda carreira
Pisando em roça e fogueira
Ganhando uma ribanceira...

E a cidade vinha vindo,
A cidade vinha andando,
A cidade intumescendo:
Crescendo... se aproximando.

Eu vim plantar meu castelo
Naquela serra de lá,
Onde daqui a cem anos
Vai ser uma beira-mar...

"Porque eu gosto um tanto, sabe?!"

domingo, 20 de dezembro de 2009

Salve simpatia

Uhuuuuuuuuuu
Show do Jorge Ben Jor, lá na PQP, mas fui.
Foi mara, de verdade. Tirando a parte que ele brigou com o pobre do tecladista porque errou a música e todas as vezes que ele ficava brigando com os roadies porque o amplificador não estava funcionando direito rs. Foi legal rs.
O cara não pára em uma só música, vai colando uma na outra e o show passou que nem vi.
Teve uma coisa nada legal que eu havia me esquecido, então, vejam as fotos e eu explicarei rs.


Jorge Ben Jor e banda




Agora eu digo, essas moças estavam no show e chamaram elas pra subirem ao palco para o Jorge cantar "Gostosaaaaaa, ela é gostosa" ainda não entendo porque não me chamaram kkkkk

Beijoos pessoas

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

RN?


Rio Grande do Norte?

Minha tia ia me querer lá...

Acho que começo a fazer as malas.

Meus pais só querem a certeza, o que eu não tenho. Mas chegou a hora de tomar uma decisão sem poder voltar atrás.

Já parei para pensar no que pode acontecer? Não. Não parei. Não quero pensar também. Talvez seja a melhor coisa a fazer agora.

Acho que a resposta é 'sim'.

Errei, erramos.

O que me resta? Já não sei mais.

O que eu quero? Ah o que eu quero... quem não sabe o que eu quero. Mas eu caguei e taquei no ventilador, não foi?

O que é se arrepender? Não existe, né?!

A minha cabeça gira.

Tá tudo rodando e nada se ajeitando.

Planejando, planejando.

Tudo quase certo. Quem sabe eu não volto daqui cindo ou seis anos? Mesmo sem querer ir, penso que vou.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

SUPERNATURAL


Ah como eu to viciadaaa.

(Terminando de assistir a primeira temporada e ficando louca rs.)

Nega, vamos assistir a segunda???? :D prometo que eu segurarei a sua mão e vou dar beijo quando você ficar com medo, tá bom? Então, topa?? rs

Beijos, pessoas.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Baile do Baleiro II

Ah o Baile, aaaah o Baile do Baleiro. Eu preciso dizer que foi perfeito? Ah sim?

Então eu digo: Foi Perfeito.

Tirando a parte da Fafá de Belém, gente que mulher louca é aquela??? Eu nunca, em toda a minha vida (como se eu fosse muito velha), imaginei que eu iria ver aquela mulher cantando rs. Mas eu vi. Eu, a nega e todo mundo que tava lá rs. Houve mais algumas participações (Márcio Greyck é o único que eu me lembro, porque o cara é fodaaaa rs).

Confesso: eu gosto de música bregaaaa rs (eu falo sério, ouço muito com o meu pai só as antigas - já disse que eu nasci na época errada, mas ninhuém me leva a sério.
Vejam as fotos...


O Zeca lindo no começo do show


O Zeca e a escandalosa da Fafá de Belém


Como tudo nessa vida acaba... O fim do show


Beijos a todas (os), deliciem-se rs

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Baile do Baleiro


Há muito tempo eu não falava algo do Zeca e hoje eu tenho uma notícia ótima (pelo menos para mim e para a bela) huuuuum, hoje tem Baileeee lá no Caioca. Eu estou mais que ansiosa com um ingresso guardado há duas semanas naquele bolso escondido da bolsa verde.

Hoje, é hojeeeee. Estou tão euforica, tão repetitiva. Minha mãe não aguenta mais eu falando que hoje vou ao Baile, mas ela não entende, "é o Baleiro, mãe. Única apresentação".

Zecaaaaaaaaaaaaaa, aguarde-me.

domingo, 6 de dezembro de 2009

ENEM e Palmeiras fora da Libertadores


Puta que pariu, to brava, muito brava rs.
Fico naquela sala mais de cinco horas sentada e lendo, dando o meu melhor (olha que luxo) e mais que ansiosa para chegar em casa e consultar a merda do gabarito da prova pra eu chegar e ler a seguinte mensagem:

Enem 2009:
Foi identificada inconsistência nos gabaritos dos diferentes modelos de prova publicados.
Os gabaritos corretos serão publicados o mais breve possível
.

É ou não é pra ficar puta? Já basta terem mudado o dia da prova por fraude e agora isso?Pior, fiquei lá, sentada de cinco horas (rs, além de tudo, estou repetitiva) pra não assistir ao jogo do Palmeiras (ando me interessando bastante por futebol) e saber que ele perdeu para o Botafogo. E saber que o meu time de coração não vai para a Libertadores, isso é triste, muito triste.

Mas cara, o Palmeiras tá fora ='[ (eu to tipo o Marcos na imagem)

sábado, 5 de dezembro de 2009

ENEM e muito sono


Acordei depois de muitas vezes colocar o celular na "soneca". Eu não queria acordar, eu não queria ter que sair tão cedo assim. Mas levantei e fui tomar banho pra ver se acordava de vez. Tomei café. Mas eu ainda to com sono e já são 10:17, daqui a pouco eu saio e ainda morrendo de sono. Ligo pra ela, ela ainda tá dormindo: mas como assim, amor? - eu digo. E aquela voz linda que ela tem quando acorda me deixa boba.

Preenchi a folha com algumas questões erradas, será que isso vai mudar alguma coisa? Será que vai ser ruim para mim? Espero que não. Só de pensar que amanhã tenho que ir de novo, ainda bem que mudaram o meu lugar de prova, vou fazer mais perto de casa, ufa!

Era bom quando era feito tudo no mesmo dia.

O que o ENEM não faz com as pessoas?!



Imagem daqui

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Eu.


Eu surtei.

Eu fui além.

Eu procurei.

Eu achei.

Eu li.

Eu quis.

Eu desejei.

Eu senti.

Eu vivi.

Eu morri.

Eu sorri.

Eu chorei.

Eu bebi.

Eu amo.

Eu sou.

Eu já fui melhor.

Eu to aqui!