happines is found inside your heart.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

brigitte bardot

a saudade
é um trem de metrô
subterrâneo obscuro
escuro claro
é um trem de metrô
a saudade
é prego parafuso
quanto mais aperta
tanto mais difícil arrancar
a saudade
é um filme sem cor
que meu coração quer ver colorido


a saudade
é uma colcha velha
que cobriu um dia
numa noite frian
osso amor em brasa
a saudade
é brigitte bardot
acenando com a mão
num filme muito antigo


A saudade vem chegando
A tristeza me acompanha!
Só porque... só porque...
O meu amor morreu
Na virada da montanha
O meu amor morreu
Na virada da montanha
E quem passa na cidade
Vê no alto
A casa de sapé
Ainda...
A trepadeira no carramanchão
Amor-perfeito pelo chão
Em quantidade...


Composição: Zeca Baleiro




"Eu to com saudade!"

6 comentários:

Fogo disse...

"Eu to com saudade!" [2]
e muita!

Pucca disse...

Adoro Zeca Baleiro...

:)

Eu lírico disse...

Saudade ainda é pouco para o que eu sinto!


Zeca é mto bommm
adoro!

MP disse...

Adorei a composição gráfica,as descidas,subidas,uma pequena curva.Elevou o poema.Beijos,querida e obrigada por suas visitas e comentários sempre tão gentis.Você é um amor.

Mariana disse...

"a saudade
é um filme sem cor
que meu coração quer ver colorido"

nossa, adorei esse trecho. *------------------*

e você mudou o layout de nooovo, e eu adorei! haha, muito bom mesmo! eu não tinha visto ainda...

ah, eu dei uma pausa em muitas coisas nesse tempo que sumi... não parei de escrever, pelo contrário, meu caderno está lotado, mas eu passei a desenhar mais, o que eu não tinha muito costume de fazer. oo'

beeijo, flor.

Rafaela Luz... disse...

Bom...é a 1º vez no blog...

como tudo lésbico não doeu e foi ótimo...

confesso que amo Zeca Baleiro e fui atraída acá pelo Flor de Azeviche...

no entanto, o melhor foi ver nas suas impressões um pouco de mim...

Meu "Olhos..." tá aberto pra ti viu...?!

mui beej...
amei...