happines is found inside your heart.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Carta para ninguém III

Você fugiu, mais uma vez, você fugiu!
Eu te dei uma nova chance e você fez isso comigo.
Por que me faz sofrer tanto assim?
Por que me deixas nas horas que mais preciso do seu ombro, seus abraços?
Pensei que eu poderia contar com uma amiga acima de tudo, mas vejo que nem isso posso esperar de você.
Quando será que você vai mudar? Que você vai crescer e deixar essa vidinha mais ou menos que você leva e dar valor as pessoas que te querem bem, que te querem feliz. Ou será que essa é a sua felicidade?
Não vou dizer que não te quero nunca mais, mas HOJE não te quero. Amanhã eu não sei, posso te perdoar (mais uma vez) ... ou não!
Aaaaai!
Como eu te odeio...
... porque te amo de mais!


Flôr de Azeviche

4 comentários:

Alice disse...

Amor e ódio caminham mesmo lado a lado.
Porque como já disse o poeta, o oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença.

disse...

Nem sempre as coisas boa e belas que temos para dar chegam na hora certa para quem deveria receber.


(L)

l u a * disse...

se as coisas fossem simples, suspeito que a vida fosse uma chatice.
mas sabe como é, emoção às vezes cansa.


[saudade, fulôr.]

Vєrôηicα disse...

Se a gente ama nao tem jeito... neh
perdoamos demais... amamos e odiamos...
Pense mais em vc!

esse é meu dilema... pra amar alguem devo amar a mim propria primeiro....

e Obrigado Flor pelo comentario...

e pode deixar q Gritoooo muito se eu precisar...

e vc tbm aii...

se ame mais...e viverá melhor!

Bjos e tdo de bom pra ti!