happines is found inside your heart.

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Despedida de 2008

É, mais um ano se passou.
Esse ano foi um ano muito bom.
Eu amei, deixei de amar. Fui feliz, fui infeliz. Fui amada, continuo sendo amada por algumas pessoas, outras não me amam mais, outras me amam mais que antes. Enfim, um ano que foi vivido com tudo o que podia.
Não vou dizer que não me arrependo de nada, pois me arrependo de algumas coisas sim. Também aprendi muito, conheci pessoas, cultivei amizades, comecei novas amizades. Aprendi que nem tudo na vida é como queremos. Aprendi que tem pessoas que são merecedoras de minhas lágrimas, e que tem outras que não merecem nem o meu “oi” cínico.
Fiz uma promessa e estou cumprindo, parei de comer carne. E claro, no começo do ano, mais uma promessa será feita. Vou parar de tomar Coca-cola. [oh vício]. Também comecei outro vício, que pretendo não vou deixar ir adiante. Mas não será uma promessa de começo de ano, ele me ajuda muito RS.
Estabeleci isso na minha vida à um tempo, de fazer uma só promessa no começo do ano, antes eu fazia várias, mas não cumpria nenhuma, hoje eu faço uma e cumpro essa uma, fica mais fácil.
Em 2009 eu termino a faculdade...
[Aeeee!!! Futura Gestora de meio ambiente!]
Desejo a todos (as) os leitores (as) do meu blog um ótimo ano. Que seja um ano de muitas realizações, muitos amores, muita paz, muita saúde, muitos copos de cerveja, muito sexo [com prevenção, por favor, RS] e, claro, muuuuitos posts para alegrar as nossas vidas na internet RSRS

Agora só volto o ano que vem ;]

Beijoos da Flôr

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Apareci antes que acabasse o ano ^^

"Vamos lá, mais um tempo sem aparecer aqui, mas povo, vou explicar, fim de ano é super difícil para mim, fico trabalhando muito com a mamis e demoro para entrar no blog para postar... Enfim, esses dias recebi selos, memês para eu fazer e hoje vai ser tudo aqui... rsrs
Vai lá o primeiro foi o DESAFIO LITERÁRIO que eu recebi da Marica do blog Não-Memórias de Uma Lésbica."

1. Agarrar o livro mais próximo.
2. Abrir na página 161.
3. Procurar a 5ª frase completa.
4. Colocar a frase no blog.
5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro!!! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo.
6. Passar a 5 pessoas.

Frase: voltar, porque não saberia onde ir, a não ser para casa ou ficar

Passo para:

"Também recebi um selo/prêmio, não sei como é chamado, mas enfim, do Julio do blog (((alucinógeno))) e também ofereço para:"

Marcia Paula - Não-Memórias de Uma Lésbica
Dani - Desregrando todos os sentidos
Lua - de côr e de cór
Su - Segunda Pele
Helena - Sapatilhando
Iris - Arcos de Iris
Fê - degusta!
Mônica - Paraíso Proibido

Eu não curto muito essas coisas de desejar Feliz Natal, mas um Feliz Natal atrasado e que o ano que está por vir que seja muito melhor do que esse que está indo embora. Que seja um ano repleto de coisas boas para todos nós, e garanto que volto antes de acabar o ano mais uma vez, pelo menos ;]...
Beijos da Flôr

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Vício da Flôr

"Hoje quero falar dos meus gostos e dos meus vícios músicais e estou assim, viciada em Roberta Sá e Ana Cañas, duas mulheres lindas com vozes perfeitas. Descobri que a Ana Cañas é para ouvir a dois, a sensualidade que ela tem na voz, me deixa doidinha rs.
Coloco aqui o vídeo oficial da música "Devolve Moço". Sou do tipo de pessoa que se identifica muito com músicas e essa parece que veio para mim. Sei lá, existem coisas que eu não sei explicar.
Dedico essa música a May, minha peste. É nossa!!!"

video

Existe aqui uma mulher / Uma bruxa, uma princesa / Uma diva, que beleza! / Escolha o que quiser / Mas ande logo / Vá depressa / Nem se atreva / A pensar muito / O meu universo / Ainda despreza / Quem não sabe / O que quer...

Meu coração / Eu pus no bolso / Mas apareceu um moço / Que tirou ele dali / Não! / Isso não é engraçado / Um coração, assim, roubado / Bate muito acelerado...

Devolve, moço / Devolve, moço / O meu coração / No bolso...

"Agora falarei da linda da Roberta Sá, estou não só viciada nas músicas dela, estou viciada e apaixonada por ela, oh mulher linda é essa Roberta, a delicadeza que ela tem nessa voz, cantando esses sambas que deixam as pessoas querendo dançar e ficar junto, é algo só dela...
Coloco aqui a música "Samba de Amor e Ódio".
E essa dedico a minha linda Amendoim"

video

Não há abrigo contra o mal / Nem sequer a ilha idílica na qual / A mulher e o homem vivam afinal / Qual se quer / Tão só de amor num canto qualquer.

Erra quem sonha com a paz / Mas sem a guerra / O céu existe pois existe a terra / Assim também nessa vida real / Não há o bem sem o mal.

Nem amor sem que uma hora / O ódio venha / Bendito ódio / Ódio que mantém a intensidade do amor / Seu ardor, a densidade do amor, seu vigor / E a outra face do amor vem a flor / Na flor que nasce do amor.

Porém há que saber fazer sem opor / O bem ao mal prevalecer / E o amor ao ódio incerto em nosso ser se impor / E a dor que acerta o prazer sobrepor / E ao frio que nos faz sofrer o calor / E a guerra enfim a paz vencer.

Erra quem sonha com a paz / Mas sem a guerra / O céu existe pois existe a terra / Assim também nessa vida real / Não há o bem sem o mal.

Na flor que nasce do amor... / Na flor que nasce do amor... / Na flor que nasce do amor... / Na flor que nasce do amor...

sábado, 13 de dezembro de 2008

Tudo novo de novo!


É tempo de coisas novas,

Aquelas já são ultrapassadas,

Não servem mais para você.

O que tentava achar ainda por aquele lugar.

Não encontrará nada, jamais.

O que era seu, não é mais.

Não sofra,

Não queira,

Apenas viva o momento AGORA,

Esqueça o futuro.

E deixe o passado enterrado.

Flôr de Azeviche

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Resposta que veio da Lua

"Lua linda... me respondeu. Não sei o que vocês possam estar pensando, mas estou gostando muito de tudo isso ;]"


da Flôr eu quero o toque,
do Azeviche o belo.
espero o dia,
de cruzar os olhares,
os dedos,
os sorrisos.

de: lua de côr
para: flôr de azeviche

"Que coisa mais linda... sem palavras
A foto foi ganhada do meu professor de Photoshop [Simbiii]

domingo, 7 de dezembro de 2008

Coisas que quero que só você entenda

"E esse 'quase poema' é para a minha linda Amendoim - Joy, pessoinha querida que entrou na minha vida para nunca mais sair, nem que se um dia ela quiser isso não acontecerá. Te amo, Amendoim! Sim, amizade de verdade que nasceu e vai crescendo a cada dia."




Incertezas, construções, lembranças e momentos.
Conselhos, formações, alegrias e tristezas.

Pensei nas incertezas,
Construímos uma amizade,
Lembranças que ficam em nossas mentes,
E momentos inesquecíveis ficaram conosco.

Escutei e dei conselhos,
Formamos a alegria,
E as tristezas foram embora quando os risos surgiram com um abraço sincero.

Mulheres com corações de crianças,
Amigas que viraram irmãs, e, para todas as horas.
Que o tempo continue ao nosso favor.
Que nada nem ninguém nos entenda.

Flôr de Azeviche

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

A Lua


a lua que brilha no céu mais estrelado dessa cidade tão grandiosa,
veio trazer o brilho para a dureza do azeviche,
deixando a delicadeza da flôr.


continua...


"de: flôr de azeviche
para: lua de côr."

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Theres Never A Forever Thing - A-ha

Quero mostrar aqui dois védeos que a Sandrinha (do blog fazendo manha e branco ausência) colocou nos blogs dela, eu achei perfeito, eles dizem muitas coisas e muitas coisas que eu queria dizer, mas estou me guardando...
A música que está no primeiro vídeo é Theres Never A Forever Thing - A-ha (eu sou suspeita para falar pois eu acho eles tudo de bom). Vejam o vídeo e a tradução. Esse é o do a-ha o da San está logo abaixo.

video

Nada É Para Sempre
Querida... / Feche seus olhos agora / Não chore / Está tudo bem

Deite / Deixe as luzes acesas / Está tudo bem, querida

Eu estarei aqui durante a noite / Com você até os primeiros sinais de luz / Diga a palavra e eu virei esta noite

Está tudo bem agora / Não chore agora

Silêncio... / Seque suas lágrimas / Nada é para sempre

Durante a noite toda / Eu tentarei duramente estar lá de algum forma / Com você até os primeiros sinais de luz / Diga a palavra e eu virei

Esta noite / Querida, não chore.

"De que vale a vida sem o amor, um dom para poucos - Ronaldo Alves"

Essa música me fez ter um 'delírio', realemente, nada é para sempre, se algo acaba, não era pra ser para sempre ou não acabará para sempre, e, tudo depende de como você enxerga certas situações. Tudo mudará, para melhor, ou pior, ontem uma amiga minha me disse "tudo dá certo no final, se não der certo, é porque não chegou ao fim." E essa frase ficou na minha cabeça. Tudo dará certo, e quando chegar o fim (o certo), eu venho aqui contar para vocês.

Quem quiser ver o vídeo no blog da San venha aqui e aqui

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Beijo - Línox

"Eu, simplesmente, ADOOORO esse homem e essa é uma das músicas que eu mais admiro em seu trabalho."

Gosto da tua boca morando na minha
Como quem mora na linha do Equador
Equilibrada, na mira, na miragem, na margem do amor
Uma viagem na dança que a gente inventou

Gosto das cores, das cores dos lábios
Corpos sábios, completos misturam-se nus
Vão disparando motores no mundo, no fundo da gente
Como sementes em sentidos, serpentes de luz

(refrão 3x)
Beijo na boca
Com a boca
Na boca

video

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Ralo


Fui pelo ralo.

Desci,

Sumi,

Me encontraram,

Me levaram,

Me limparam,

Me alucinei,

Caminhei,

Dei a volta!

Voltei para o ralo.


"Brisei na aula de Manejo de Fauna."
[03/novembro/08]

Flor de Azeviche

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Memê

Hoje recebi dois memês (que até então eu naõ sabia o que era) de uma companheira de blog, Marcella! O blog dela é: So let word spin...

Bom, confesso que não gosto de responder essas coisas, mas será a única vez, pelo menos aqui no blog. rs

Regras do primeiro memê:
*Escrever uma lista com 8 coisas que sonhamos fazer antes de ir embora daqui;
*Comentar no blog de quem lhe passou o memê;
*Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da "intimação";
*Mencionar as regras

As 8 coisas que sonho em fazer antes de ir pra outro lugar longe daqui:
- Me formar em Biologia;
- Criar uma casa de passagem para animais de rua;
- Plantar uma (uma não, várias) árvore;
- Me casar com ‘aquela pessoa’;
- Ser muito (mais) feliz com ‘aquela pessoa’;
- Trabalhar na área que eu estudo;
- Escrever um livro;
- Conhecer a Cacau, a Patuska, o Simbi e a Elô;

Regras do segundo memê:
*Passar para 5 pessoas.
*Assim que responder me envie um comentário avisando
*Não esquecer que é um memê feito pelo Assuntos Assim, direitos totalmente reservados.
*Responder todas as perguntas!

1-A última pessoa com quem falou hoje: Minha mãe.
2-A última coisa que falou: “Ta bom”
3-O último pensamento: “Eu coloco ou não no blog?”
4-A última pessoa com quem brigou: Acho que foi meu irmão
5-A última pessoa que se reconciliou: Sim, “aquela pessoa”
6-A última pessoa que falou de Deus pra você: Minha mãe
7-O último lugar que você gostaria de estar: Onde eu estou! rs
8-O último filme que assistiu: O Ensaio Sobre a Cegueira
9-O último livro que leu ou que está lendo: As Traças – Cassandra Rios e O Pequeno Príncipe
10- O último presente que ganhou: Um All Star
11- A última coisa que gostaria de estar fazendo:
12-O ultimo telefonema feito ou atendido no seu celular ou telefone: Uma menina me oferecendo um plano da Oooooooi
13-O último conselho que deu e pra quem deu: Eu falei “Cara, faz o que você achar melhor” para a minha prima.
14- A última vez que chorou e por que: Nossa, faz alguns meses que eu não choro por nada, não me lembro.
15-O que faria hoje se fosse seu último dia de vida: Ah não gosto de pensar no último dia da minha vida, então, não sei o que eu faria.

Repasso os dois Memês para:
- ... vou nessa
- Delirium
- Quase trinta
- As Flores de maio são as mais belas
- de cor e de cór

Beijos!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Vamos?

Vou embora!
Mas quero ir com você.
Onde vamos?
Eu não sei.
Quando vamos?
Eu não sei.
Não importa para onde,
O que importa é que vamos estar junts.


Flor de Azeviche

domingo, 26 de outubro de 2008

Parei...

... de mudar o Layout do meu blog... rsrs
Vocês, visitantes do meu blog, já deveriam estar de saco cheio toda vez que vinham no meu blog tinha uma imagem nova no layout, agora isso acabou =F
Vou contar como tudo acontceu:
Estava eu andando pelas imagens de uma amiga minha e achei essa imagem que está no meu blog agora, fiquei encantada por ela, roubei a imagem, coloquei no meu blog e ficou tudo lindo, foi amor a primeira vista. rs
Gostei tanto que fiz um banner (que eu ja queria fazer faz um tempo, mas como eu não me decidia, não fazia) e mandei para o meu professor de Photoshop para ver se ele aprovava, e veja só, ele aprovou.
Agora está aqui para vocês pegarem ^^. Espero que tenham gostado!
Beijooos

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Anormal - Pato Fu

Rádio ligado / Troco estações porque / Não sei o som que você / Pode odiar

No supermercado / Eu tento escolher / O mesmo sabor que você / Deve gostar

Se é que conheço você / Só de te observar / Posso apostar que não vai / Me decepcionar

Mais que anormal / Eu devo ser / Pra ver você / Em todo lugar

Dentro do quarto / Vejo comerciais / Qual vai te convencer / Que ainda estou lá

No supermercado / Tentando escolher / O mesmo sabor que você / Deve gostar

Se é que conheço você / Só de te observar / Posso apostar que não vai / Me decepcionar

Mais que anormal / Eu devo ser / Pra ver você / Em todo lugar

Mais que anormal / Eu devo ser / Pra ver você / Em todo lugar


"E eu amo essa música ^^"


sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Como não

Sou vegetariana faz nove meses. Eu decidi parar de comer carne por diversos motivos, um deles, por amor aos animais, protegemos uns e comemos outros. Isso é injusto.
Uma amiga minha me falou esse semana que tinha parado de comer carne, pois tinha assistido ao documentário “A Carne é Fraca” e tinha ficado horrorizada com as cenas que viu.
Não sou do tipo de pessoa que porque eu sou vegetariana fico falando para todas as pessoas ao meu redor que tem que ser também, mas fico feliz quando me dizem que viraram ou que são. Mas a minha opção de não comer carne incomoda as pessoas, e todos que são vegetarianos devem odiar as frases típicas:
- Você não come nada de carne?
- Você não come nem peixe?
- Sabia que você não pode ficar sem comer carne?
Fico brava e respondo mesmo.
- Não, nada.
- Não, não como carne. Peixe não é carne?
- Porque não posso? Se for pra morrer não vai ser porque não como carne.
O ruim também é quando vou a alguma lanchonete e perguntamos:
- Tem alguma coisa sem carne?
E a pessoa responde:
- Tem [qualquer coisa] com frango
- Não você não entendeu, sem carne, nada de carne.
- Ah tem [qualquer coisa] de queijo.

Vou começar a sair nas ruas e falar:
- Porque você come carne? Seja vegetariano
Mas enfim, eu tinha que fazer esses comentários rsrs.

Adorei a citação abaixo.

“Esse direito - o de matar um veado ou uma vaca - nos parece natural porque nós estamos no alto da hierarquia. Mas bastaria que um terceiro entrasse no jogo, por exemplo, um visitante de outro planeta a quem Deus tivesse dito: Tu reinarás sobre as criaturas de todas as outras estrelas, para que toda a evidência do Gênese fosse posta em dúvida. O homem atrelado à carroça de um marciano - eventualmente grelhado no espeto por um visitante da Via-Láctea - talvez se lembrasse da costeleta de vitela que tinha o hábito de cortar em seu prato. Pediria (tarde demais), desculpas à vaca."
Milan Kunder

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Game Over

Fico sem chão para certas coisas.
Eles se prendem dentro de mim, mas não acho lugar para que eu possa soltá-los e me desprender.
Existe esse lugar?
Onde é o meu lugar?
E amanhã, como será?
Eles ainda vão continuar presos?
Vamos nos machucar mais uma vez?
Só estou querendo as respostas. Aquelas que eu não encontro em lugar algum.
O jogo acabou.
Game Over!


Flor de Azeviche

domingo, 12 de outubro de 2008

Eu fui para entrar no Coração do homem-bomba!

O coração do homem-bomba faz tum-tum / Até o dia em que ele fizer bum / O coração do homem-bomba faz tum-tum / Até o dia em que ele fizer bum!

"Ontem a minha noite foi perfeita, eu tive o prazer de assistir a mais um show do meu grande amor Zeca Baleiro (depois de dias de espera e ansiedade). O show foi perfeito, apesar de eu ser suspeita para falar, mas todos que estavam comigo disseram o mesmo, as minhas companhias foram ótimas, tinha que ser perfeito. Foi ótimo poder entrar no Coração do homem-bomba. A música que eu coloco aqui é do novo CD [O Coração do homem-bomba], que também o show foi para a divulgação do mesmo, mas enfim, é um música muito boa, e ele a cantou lindamente, como ele faz com todas. Gritei inúmeras vezes pedindo para ele cantar Flor de Azeviche, mas não foi ontem o meu dia ^^"

Elas por elas

Com Cristina eu só vivia de proprina / Com Marlene era tudo misa e ansênue / Pra Renata eu cantava pata pata / Com Venância eu parti pra ignorância / Com Concita eu fui explorar bauxita / Com Jurema eu morei em Ipanema / Com Estela eu só vivia na favela / Foi Teresa que me fez virar a mesa

Elas só elas por elas / Elas só elas por elas / Agora é que são delas / Agora é que são belas

Com Luzia eu entrei pra academia / Com Alana dia e noite marijuana / Com Lolita eu só vivia na birita / Com Regina na base da vaselina / A Marlucie foi a minha via crucis / Com a Domingas fiz dezenas de milongas / Com Larissa todo dia eu ia à missa / Com Fátima a minha relação foi ótima

Com Letícia a vida era uma delícia / Pra Lúcia eu era um bicho de pelúcia / Com Suzana criei caso eu fui em cana / Candida, aquilo era uma bandida / Doralice era só disse me disse / Rosimere me deixou com beriberi / De Helena não sobrou nenhuma atena / Com Bianca eu virei quebrei a banca / Com Isis eu tive muitas longas crises

Elas só elas por elas / Elas só elas por elas / Agora é que são delas / Agora é que são belas

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Escolhas

Ela não queria mais aquelas bijuterias, maquiagens, não se prendia mais em sua beleza exterior. Ela só queria os pensamentos e os desejos que ninguém procurava. Não ligou para o que as outras pessoas iam pensar a respeito de sua nova escolha.
Tirou a maquiagem e as jóias, colocou uma roupa simples, pegou o caderno onde sempre escrevia os seus poemas secretos e escreveu sobre a sua nova vida.
Ela cansou e deixou que o tempo a levasse, mas ele não passava.


Flor de Azeviche

domingo, 5 de outubro de 2008

Quero e Faça

Quero que se perca em meus olhares
Quero que meus braços entrelacem em seu corpo
Quero que me pergunte se lhe tenho amores
Quero que saiba da minha vida
Faça com que eu me perca com os seus olhares
Faça com que os seus braços entrelacem o meu corpo
Faça com que eu lhe tenha amores
Faça com que eu me interesse pela sua vida


Flor de Azeviche

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Escavação - Elizandra Souza

Escavo-me todo dia
tentando me encontrar

ora acho ouro,
ora acho trapo.

Nesse embaraço
acho diamante bruto,
mas procuro o lapidado

Cristais, pedras preciosas
Acontece...

Mas sempre me deparo
com escombros, caquinhos
resíduos do que já foi
Nessa procura de mim mesma
ora me encontro,
ora me perco...

"Elizandra Souza é nascida na periferia da Zona Sul de São Paulo. Em 2001, criou o fanzine Mjiba, divulgando a cultura negra. Não conhecia Elizandra, peguei um livro para ler e acabei gostando muito e não poderia não colocar aqui uma de suas poesias. Ela tem um jeito diferente de escrever que eu gostei bastante, não sei explicar."

domingo, 28 de setembro de 2008

Flor de Azeviche

Dura como uma pedra, mas sensível como uma flor, assim, nasce a Flor de Azeviche...

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Fernanda Linda Takai

Seja o meu céu

Seja o meu céu
Seja o seu céu
O céu azul do meu destino
O céu de Ícaro e de Galileu
O céu de coro nordestino
Onde eu e Buñuel
Procuro o fogo de Prometeu
No caminho de Santiago
Eu, Clarisse e Manuel
Três Marias, Sete Estrelas
Constelações dos meus cabelos
No céu, no céu, no céu
Com o meu baião estarei
Desenhando um outro céu
Com o meu baião estarei
Desenhando um outro céu
Onde brilhem os olhos seus
Onde brilhem os olhos seus


"Na quarta-feira [24/09] eu fui ao show dessa linda mulher, Fernanda Takai. Foi um show perfeito, já é o terceiro show que eu tenho a honra de assistir, espero que eu assista mais e mais, pois ela tem um talento que é só dela rs. Essa música eu acho lindinhaaa, dedico a você =) que vem me visitar "

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

. . .

Estou caida no meio da sala
Minha alma mudou de cor
Agora estou leve como uma pena


Flor de Azeviche

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Flores do mais - Ana Cristina Cesar

devagar escreva
uma primeira letra
escrava
nas imediações construídas
pelos furacões;
devagar meça
a primeira pássara
bisonha que
riscar
o pano de boca
aberto
sobre os vendavais;
devagar imponha
o pulso
que melhor
souber sangrar
sobre a faca
das marés;
devagar imprima
o primeiro
olhar
sobre o galope molhado
dos animais; devagar
peça mais
e mais e
mais

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Sofia

Pula lá e pula cá
Derruba isso e aquilo
Fazendo graça,
chamando a atenção
dos mais distraidos
Pode ser que não,
mas eu vejo o sorriso
que ela consegue tirar
dos que menos espera

[21/agosto/08]

Flor de Azeviche

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Barulho. Hoje não!


Com o barulho do meu aspirador, prestar a atenção e me concentrar em algo fica muito difícil.
Ele parou!
Agora... ele volta. Que coisa é essa?
Eu tentando me concentrar e ele volta aos meus ouvidos. Fazer o que se ele tem que ficar ligado esse tempo que estou aqui.
Mais uma vez, ele parou.
Vamos ver se agora eu consigo.
Ele volta. Eu desisto.

[15/setembro/2008]

Flor de Azeviche

domingo, 14 de setembro de 2008

Vai acabando o domingo.
Uma noite fria
E eu aqui, sozinha.
Transfigurando-me e escondendo-me dentro desse mundo.
[ou ele se escondendo de mim, essa dúvida está cruel]
Assim continuo a caminhada.

[14/setembro/2008 - 23:47]

Flor de Azeviche

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Pêssego - Manoel de Barros


Proust
Só de ouvir a voz de Albertine entrava em
orgasmo. Se diz que:
O olhar de voyeur tem condições de phalo
(possui o que vê).
Mas é pelo tato
Que a fonte do amor se abre.
Apalpar desabrocha o talo.
O tato é mais que o ver
É mais que o ouvir
É mais que o cheirar.
É pelo beijo que o amor se edifica.
É no calor da boca
Que o alarme da carne grita.
E se abre docemente
Como um pêssego de Deus
"Eu, simplesmente, adoro ele, apesar de conhecer tão pouco."

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Desapego

Não quero mais nada.
E tudo o que eu gostava eu deixei ir embora.
E tudo o que me fazia bem [ou eu achava que fazia],
Hoje já não é o mesmo
Nada é mais tão importante.
Nem os livros, as flores, os CD’s, nada.
Desapeguei de tudo,
Será que ainda volta?

[11/setembro/2008]

Flor de Azeviche

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

E do meio do mundo prostituto só amores guardei ao meu charuto - Rubem Fonseca

Acabo de ler um livro ótimo, “E no meio do mundo prostituto só amores guardei ao meu charuto” do Rubem Fonseca, é um romance muito interessante, um suspense, mas não aqueles que você fica bravo porque nada é desvendado, mas, claro, só se descobre o as coisas no final rs.
Bom não irei contar mais nada, pois se alguém quiser ler, vale a pena. Muito bom, uma linguagem rápida e direta.


E do meio do mundo prostituto
Só amores guardei ao meu charuto!
E que viva o fumar que preludia
As visões da cabeça perfumada!
E que viva o charuto regalia!
Viva a trêmula nuvem azulada,
Onde s’embala a virgem vaporosa!
Viva a fumaça lânguida e cheirosa!
Cante o bardo febril e macilento
Hinos de sangue ao proviléu corrupto,
Embriague-se na dor do pensamento,
Cubra a fonte do pó e traje de luto:
Que eu minha harpa votei ao esquecimento
Só peço inspirações ao meu charuto!

Poema de Álvares de Azevedo, pronunciado no livro.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Eu não tenho tempo - Zeca Baleiro


Eu não tenho tempo / Eu não sei voar / Dias passam como nuvens / Em brancas nuvens / Eu não vou passar

Eu não tenho medo / Eu não tenho tempo / Eu não sei voar

Eu tenho um sapato / Eu tenho um sapato branco / Eu tenho um cavalo / Eu tenho um cavalo branco / E um riso, um riso amarelo

Eu não tenho medo / Eu não tenho tempo / De me ouvir cantar / Eu não tenho medo / Eu não tenho tempo / De me ver chorar

Eu não tenho medo / Eu não tenho tempo / Eu não sei voar

"É, tudo isso aí..."

domingo, 31 de agosto de 2008

Minutos

Últimos minutos do mês de agosto, eu tento fazer com que algo saia de minha mente...
Como se fosse um cronômetro, vou escrevendo e calculando o tempo.
Quero que esse tempo acabe, quero que isso tudo se vá, o mais rápido que puder, a minha ira aumenta a cada minuto que se passa, e, ao mesmo tempo a ventura do meu ser volta a ser o que era antes.

[31/agosto/08 - 23:53]

Flor de Azeviche

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Mundo

Tentando me esconder do mundo real... [23/agosto/08]



Descubro que não sou eu quem tenta se esconder do mundo real, e, sim esse mundo é que se esconde de mim. [29/agosto/08]


Flor de Azeviche

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Rabiscos soltos

Madrugada desconfortável.
Insônia.
Pensamentos soltos que escorrem pelo lápis e que vão voando palavras para o papel mais rabiscado que se pode encontrar, deixando que aqui, nada se entenda.

23/agosto/08

Flor de Azeviche

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Delirando

Só queria poder [ou querer] entender o que a vida quer mesmo de minh'alma.


21/agosto/08

Flor de Azeviche

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Salão de Beleza - Zeca Baleiro


Se ela se penteia /Eu não sei! / Se ela usa maquilagem / Eu não sei! / Se aquela mulher vaidosa / Eu não sei! / Eu não sei! / Eu não sei!...

Vem você me dizer / Que vai num salão de beleza / Fazer permanente / Massagem, rinsagem, reflexo / E outras "cositas más"...

Oh! Baby você não precisa / De um salão de beleza / Há menos beleza / Num salão de beleza / A sua beleza é bem maior / Do que qualquer beleza / De qualquer salão...

Mundo velho / E decadente mundo / Ainda não aprendeu / A admirar a beleza / A verdadeira beleza / A beleza que põe mesa / E que deita na cama / A beleza de quem come / A beleza de quem ama / A beleza do erro / Puro do engano / Da imperfeição...

Belle! Belle! / Como Linda Evangelista / Linda! Linda! / Como Isabelle Adjani...

Veja como vem! / Veja bem! / Veja como vem / Vai! Vai! / Vem! Veja bem! / Como vai! Vem! / Veja como vai! / Veja bem! / Veja bem como vem! / Vai! Vem! / Se ela vai também!

Aí! Bela Morena / Aí! Morena Bela / Quem foi que te fez tão formosa? / És mais linda que a rosa / Debruçada na janela...

"Cara, concordo com tudo o que ele disse ^^ [mas já disse também que sou suspeita], mas vejam só, tudo faz sentido. O mundo não sabe admirar a verdadeira beleza de alguém. As pessoas tem que ser certinhas, com nada fora do lugar. ah me poupa rs. Detesto essas coisas"

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Quando Chegar - Ana Cristina Cesar

Quando eu morrer,
Anjos meus,
Fazei-me desaparecer, sumir, evaporar
Desta terra louca
Permiti que eu seja mais um desaparecido
Da lista de mortos de algum campo de batalha
Para que eu não fique exposto
Em algum necrotério branco
Para que não me cortem o ventre
Com propósitos autopsianos
Para que não jaza num caixão frio
Coberto de flores mornas
Para que não sinta mais os afagos
Desta gente tão longe
Para que não ouça reboando eternos
Os ecos de teu soluço
Para que perca-se no éter
O lixo desta memória
Para que apaguem-se bruscos
As marcas do meu sofrer
Para que a morte só seja
Um descanso calmo e doce
Um calmo e doce descanso.

junho/67

"Ainda demorei para vir rs, mas cá estou. Não conhecia essa autora, achei muito boa elo pouco que eu já li dela e sobre ela. Ana Cristina começou a escrever desde cedo, foi Licenciada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, e, morreu em 29 de outubro de 1983."

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Só isso!

Faz tanto tempo que eu naõ apareço por aqui =)
Esses dias estive [ainda estou] muito cansada... rsrs
Sei lá, só pra mandar um beijinho de fim de julho, um mês muito teeenso
Espero que todas as pessoas que andam por aqui estejam ótemas, e prometo, que não vou mais ficar tanto tempo sem aparecer ;]
Beijinhos pessoinhaas [hoje eu naõ to com nada rs]

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Dia do Amigo [20/07]

Quantas vezes nós pensamos em desistir, deixar de lado, o ideal e os sonhos.
Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado pela injustiça.
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter com quem dividir.
Quantas vezes sentimos solidão, mesmo cercado de pessoas.
Quantas vezes falamos, sem sermos notados.
Quantas vezes lutamos por uma causa perdida.
Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota.
Quanta vezes aquela lágrima, teima em cair, justamente na hora em que precisamos parecer fortes.
Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz...
E a resposta vem, seja lá como for: um sorriso, um olhar cúmplice, um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor.
E a gente insiste!Insiste em prosseguir, em acreditar, em transformar, em dividir, em estar, em ser.
E Deus insiste em nos abençoar, em nos mostrar o caminho:
aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito.
E a gente insiste em seguir, porque tem uma missão.... e AMIGOS COMO VC!


"É tão bom ganhar essas coisas, ainda mais de pessoas tão especiais, amigos que sabemos que são verdadeiros, mesmo não morando do nosso lado e estando colados a cada segundo. Cacau, minha Flor de Laranjeira eu amo você mulher!"

terça-feira, 8 de julho de 2008

Tantos Desejos - Patrícia Gomes

Podia sentir cada espaço se preenchendo de desejos de um sol de setembro, um sol intenso, seco, forte, que queimasse até a raiz do que não mais queria em sua pele. Limparia todo o carvão, não mais com lágrimas derramadas, mas com a chuva que escalda a noite, sedenta de umidade e delicadeza. Sente-se chegar, como pequenas marolas de sonhos... Deixa-se transbordar de sonhos, sol, chuva, Saaras e oceanos sem fim.

Não quer, como nunca quis, ficar à margem. Quer a profundidade, o mergulho, mesmo que nada seja seguro. Do contrário, não há desejos de se lançar tão livremente, e só restará flanar, como o pólen delicado de uma flor, que é lançado ao tempo, sem rumo, sem paradeiro... E ficar assim em suspenso por longo tempo...

Mas há, em algum lugar, um porto onde, após cada mergulho, descansará aconchegada e segura de si mesma... Ao final do vôo, haverá sempre um ventre à sua espera, para juntos germinarem todos os sonhos comuns...

Ao menos é o que eu espero...
"Mais uma vez, minha Flor de Lótus me emocionando"

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Delírio - Vanessa da Mata

Dá o seu gosto de desejo
Dá os seus olhos de menino
Sem regra ou comprometimento
Sem se importar com que for vendo

Nossa sede de liberdade
Eu quero é dançar da forma que me der
A música expondo o seu corpo à vontade
Nas incontáveis formas de se divertir

Dá o seu gosto de desejo
Dá o seu beijo despojado
Seus pensamentos mais intensos
O seu rosto de pecado

Nos gemidos que desordenam
Nas mãos que me fazem entender Adão
A música expondo seu corpo ao delírio
as incontáveis formas de se divertir

sábado, 5 de julho de 2008

Rebeldia

Infelizmente as coisas não são do jeito que esperamos ser, mas vamos levando mesmo assim.
Um dia sabemos que essas coisas podem mudar. Ainda bem que existe essa esperança.
Até que ponto? Até que pontos têm que agüentar essas coisas? Tudo poderia ser mais fácil, mas também, se fossem fáceis, não teria graça a vida. O bom é quando se tem que encarar a realidade, o que vivemos não é conto de fadas.
Pois é, hoje estou assim, rebelde rs

terça-feira, 1 de julho de 2008

Atos e Sentimentos - Rubem Alves

Somos donos
de nossos atos, mas não donos
de nossos sentimentos;

Somos culpados
pelo que fazemos,
mas não somos culpados
pelo que sentimos;

Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer
sentimentos...

Atos são pássaros engaiolados,
sentimentos são pássaros em vôo.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Saudade

EU
SINTO
SAUDADE
ATÉ
DA
SAUDADE
QUE
NÃO
SINTO
SE
TENHO
VOCÊ.

Cacau Rodrigues

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Dia do Orgulho Gay


Não tenho muito o que dizer, apenas parabenizar todos os homossexuais.

Parabéns!!! ;]

Vamos gritar em alto e bom tom: "Foda-se o preconceito =)"
Ser gay não é uma doença, é um ser humano como qualquer outro!

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Apaixonada =]

"Sabe quando você acorda e sente que está apaixonada?Acho que não rsrsrs. Hoje acordei, estou completamente apaixonada, cega de amores por esse homem e essa música e qualquer coisa que ele faça, é que essa eu já peguei para mim (da pra perceber). Já sinto isso há um tempo, só que só hoje tive a coragem de fazer essa revelação hehe!"


Flor de Azeviche

"Pois toda esta beleza que te veste, vêm do meu coração que é teu espelho, meu bem é bem melhor que tudo posto"

Quando você pinta tinta nessa tela cinza / Quando você passa doce dessa fruta passa / Quando você entra mãe-benta molhar os pedaços / Quando você chega nega fulô boneca de pixe, flor de azeviche

Você me faz parecer menos só, menos sózinho / Você me faz parecer menos pó, menos pózinho

Quando você fala bala no meu velho oeste / Quando você dança lança flecha estilingue / Quando você olha, molha meu olho que não crê /Quando você chega mariposa morna lisa, o sangue enxarca a camisa

Você me faz parecer menos só, menos sózinho / Você me faz parecer menos pó, menos pózinho

Quando você diz o que ninguém diz / Quando você quer o que ninguém quis / Quando você usa a lousa pra que eu possa ser giz / Quando você arde ao arder a sua teia cheia de ardis / Quando você faz da minha carne triste quase feliz

Você me faz parecer menos só, menos sózinho / Você me faz parecer menos pó, menos pózinho

domingo, 22 de junho de 2008

Onde está você - Mariana Aydar

Onde está você
Apareça aqui para me ver
Eu vou gostar demais

Sabes onde estou
E nada mudou
Venha me dizer onde você andou

Eu andei sem te encontrar
Por quase todo lugar
Eu perguntava por ti
Teus passos sempre segui
Querendo te encontrar
Só para falar de amor
Frases que nunca falei
Carinhos que nunca fiz
Beijos que nunca te dei
O amor que te neguei
Agora eu quero te dar
E te fazer feliz.

"Hoje fui no show dessa bela mulher, fiquei encantada com o seu talento. Essa música é uma das que mais gosto, conheço pouco, mas... tá valendo rs"

sábado, 21 de junho de 2008

Particularmente hoje - RivkahCohen

Hoje,
particularmente hoje,
estou assim...

Meu corpo num canto jogado
Até o sol não saiu..

O pássaro que cantava,
sumiu...

O vento que soprava,
está parado

Hoje,
particularmente hoje,
O universo está calado.

"Eu, realmente, estou assim hoje. Estou me sentindo um lixo, acho que essa é a palavra certa, nada como ficar sozinha e tentar desabafar aqui o sentimento ruim que to sentindo. Quero só poder saber que consigo transmitir o que sinto por esse poema. Ele já diz muito."

sexta-feira, 20 de junho de 2008

O Meu Olhar - Fernando Pessoa

O meu olhar é nítido como um girassol.

Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
de, vez em quando olhando para trás…

E o que vejo a cada momento

É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem…
Sei ter o pasmo essencial

Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras…
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo…

Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender…

O Mundo não se fez para pensarmos nele

(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo…

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos…

Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar…

Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar…

Péssimo desconforto

É ruim quando dependemos de algo para podermos continuar "andando", passamos por coisas que imaginamos que conosco nunca aconteceria. Precisamos de coisas que achávamos que nunca iríamos precisar.
QUE DROGA!
Quero que esse momento de tensão passe logo. Isso está me deixando com os cabelos em pé.
Só vou sossegar quando isso passar e eu ver que tudo já está em ordem. Para isso preciso correr atrás logo.
Aaaaarg!!!

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Dia Nacional do Cinema

Com o renascimento do Cinema Nacional e a retomada de produções de qualidade, foi instituído o dia 19 de junho como : "O Dia Nacional do Cinema".
O cinema brasileiro vem caminhando desde 1910.
Alguns nomes que merecem destaque na história do cinema brasileiro. Os irmãos Labanca, Francisco Serrador; além dos primeiros operadores profissionais Júlio Ferrez, os irmãos Botelho e Paulo Benedetti. Leia mais
Eu, particularmente, adoro o cinema brasileiro, mas muita gente não gosta [não só do cinema, mas muita coisa boa que tem no país], bom paciência para essas pessoas. Não sabem o que perdem com isso.
Alguns filmes nacionais que eu recomendo: "Lisbéla e o Prisioneiro", "O Signo da Cidade", "Estômago", "A Via Láctea", "Os Normais - O Filme", "Ó Paí, Ó", "Quanto vale ou é por quilo?" "O Homem que Copiava", "Cidade de Deus", "Amores Possíveis", "o Casamento de Romeu e Julieta", "Deus é Brasileiro", "O Homem que Desafiou o Diabo" "Sexo, Amor e Traição", "Doméstica", "A Partilha", "O Primo Basílio", entre outros.
São tantos filmes, que se eu colocasse aqui não teria mais espaço rsrs, e, também são tantos ainda que não assisti.


Imagem: Cenas dos filmes: Lisbela e o Prisioneiro, O Primo Basílio, Os Normais e O Homem que Copiava

terça-feira, 17 de junho de 2008

Poema de Marcos Garbini

Longelínea
a timidez que diz
(em silêncioe redundância)
não estou
não sou

pois no silêncio
gesta-se
o sim e o não
(os antigos chamam
dialética)

veja que a gata
pulou
pela janela
e o vidro
(testemunha
quase aquosa
e passasseira)
não disse o que deveria
dizer

cristal
apassentou sonhos
e quimeras
numa ilha distante
pensando
em estrelas e seios
(lácteos
e ramas
e desvelos)

sonho por terras várias
(e medo de
tubarões
e arraias)

o momento preciso
(pois é preciso
é preciso)

é preciso
num átimo
num rasgo de carne
o afeto de lâmina e
e
silêncio.


"Poema que ganhei de Marcos Garbini. Com tantas palavras, fiquei sem nenhuma delas. Muito obrigada!"

segunda-feira, 16 de junho de 2008

"Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime, tanto como o assassinato de um homem" Leonardo da Vinci

Não só os animais da foto, mas como alguém tem coragem de fazer algum mal a um animal?
Que as palavras de Leonardo da Vinci sejam feitas um dia.

Eu Mulher - Patricia Gomes















Falam da malícia de ser mulher
De toda mulher
Mas é o que mais se quer
Procuram no invisível o
Olhar mais claro
Para ver o que se quer
E assim a imaginação ganha asas
E pudores passam a ser sensuais
Cuidados, erotismos
Cada um vê o que quer
Imagina o que deseja
Deseja o que imagina
Mas no final, só eu sei
quem sou afinal.

"Simplesmente, o que ela escreve me comove, e, quanto mais eu leio mais a admiro"

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Sentidos - Eugénia Tabosa

Meus dedos
lentos
percorrendo
a medo
teu corpo
aberto
oferto.

Meus dedos
surpresos
soltando
o calor
o cheiro
de teu corpo
descoberto.

Meus dedos
olhos
trazendo
imagens
mensagens
ao meu corpo
trémulo.



Esqueci
teu nome
teu rosto
o quando
e o porquê
Só existes
em meus dedos.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Ai Se Sesse - Zé da Luz

Se um dia nós se gostasse
Se um dia nós se queresse
Se um dia nós se empareasse
Se juntim nós dois vivesse
Se juntim nós dois morasse
Se juntim nós dois drumisse
Se juntim nós dois morresse
Se pro céu nós assubisse
Mas porém se acontecesse
De São Pedro não abrisse
A porta do céu
E fosse de dizer qualquer tolice.
E se eu me arreliasse
E tu cum eu insistisse
Pra que eu me arresorvesse
E a minha faca puxasse
E o bucho do céu furasse
Tarvez que nós dois ficasse
Tarvez que nós dois caisse
E o céu furado arriasse
E as virge toda fugisse

"Para todos os casais apaixonados" \o/

quarta-feira, 11 de junho de 2008

É TPM!!!


Eu queria fazer algo sobre TPM ontem, mas como eu não estava em condições, pois a minha estava estourando, resolvi escrever agora, que estou bem melhor.
TPM pode ser antes ou depois da mentruação, a minha no caso é antes e depois. As mulheres ficam isuportáveis,pelo menos eu fico mesmo, dependendo do dia, algumas choram outras brigam com todo mundo, eu já brigo e choro sempre rs.
Eu sou uma pessoa complicada, nessa época então, nem se fala.
Realmente eu tenho um manual!
Se pudesse escolher nunca passaria por esse momento, mas...

terça-feira, 10 de junho de 2008

Alguns segundos de delírio

Hoje ouvi uma música do Los Hermanos que dizia:

"e se eu for o primeiro / a prever e poder / desistir do que for dar errado / ahhh ora se não sou eu / quem mais vai decidir / o que é bom pra mim / dispenso a previsão / ahhh se o que eu sou / é tambem o que eu escolhi ser /aceito a condição" O Velho e o Moço - Rodrigo Amarante

Me faz pensar...
Faço escolhas na vida que eu sei que não vou ser bem vista, mas é o que eu quero, sou feliz assim, como diz a música, "se eu puder prever e poder desistir do que for dar errado", faria o mesmo, pois é algo que eu quero, é como se fosse um desejo. Aceito a condição de ser do jeito que sou.
Sim, sou aquela que eu escolhi ser.
Na verdade, as frases querem dizer bem mais que isso.

Mais uma vez!

Cá estou, em mais um dos meus milhares de blog's que tentei usar
Desta vez venho pra ficar e tentar fazer algo de bom. rs
Mas se não for, paciência, nem tudo agrada a todos.